Três letras sublimes em sua essência
Imensas em seu significado
Que me acompanham noite e dia
Não importando aonde esteja ou vá!

Nos dias alegres e cheios de Alegria
Nos dias tristes e cinzentos
Sempre estiveste presente

Em cada abraço, em cada beijo, em cada olhar
Eras sempre uma Estrela no meu caminhar
No passo incerto conversavas com teu olhar
E tudo era dito sem mesmo nos falar

Na saudade que me invade, no Amor dado
Acompanhavas-me eu o sei noite e dia
És algo tão importante em minha vida
Que sinto ainda teu pleno respirar

Me compreendias na minha eterna busca de Amor
E quando uma carruagem de Anjos veio te levar
Nada falaste e num suspiro senti teu voejar

Te transmutaste em Borboleta
Borboleta Mãe , onde procuro
O néctar com que me sustentavas
O leite materno que do teu peito jorrava

Obrigada, Mãe, por tudo que me deste
Por ser o que sou hoje com teu exemplo
Por escrever tantos poemas de Amor
E soprá-los a seu contento!

Até Breve, Mãe Querida
Sem choro e sem lamento
Obrigada por me dar a Vida!


Eda Carneiro da Rocha
” Poeta Amor”

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

::: Crysgráficos&Design :::