Deusa da Beleza me conduz em teus braços
Num sopro de almas encontrados
Seremos apenas seres benditos
Encontraremos o Finito no Infinito

Borboleta a voar com seu pulsar
Livre e solta a bailar sensações
Envolta em puros devaneios
Busca apenas seus anseios

Anseios de Vida Vivida
Pura, Diáfana e colorida
Busca no entanto seu par

Num arqueio sublime e preciso
Sustenta-o nas suas fortes asas
Finalmente o conduz ao Paraiso

Eda Carneiro da Rocha
"Poeta Amor"

 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::